Serviços

Consultas

A consulta de rotina serve para analisar a capacidade de enxergar e avaliar a estrutura interna do olho, buscando anormalidades. O primeiro passo é fazer uma avaliação histórico-clínica para obter informações e conhecer melhor o paciente. Aqui reúnem-se informações como:

  1. Idade;
  2. Se possui alguma doença que possa estar relacionada a problemas oculares como hipertensão, diabetes, etc.
  3. Se possui algum problema de vista e faz/fez tratamento.

E então o médico oftalmologista passa a realizar alguns exames como:

  1. Verificar a necessidade de óculos de grau (exame de refração);
  2. Verifica possíveis problemas no fundo do olho (fundoscopia);
  3. Mede a pressão ocular (tonometria);
  4. Avalia a estrutura externa do olho em busca de problemas que sejam mais visíveis;
  5. Avalia o funcionamento dos músculos do olho diagnosticando problemas como estrabismo e ambliopia.
  6. Avalia as estruturas internas do olho com a lâmpada de feno (Biomicroscopia)

A consulta de rotina deve ser realizada uma vez por ano para garantir a saúde dos olhos, o médico oftalmologista pode definir um período mais curto de retorno dependendo do quadro de cada paciente. Os exames de rotinas revelam indícios de problemas que poderiam se agravar com o tempo e o diagnóstico precoce auxilia no tratamento e manutenção do olho, prevenindo que ocorram graves danos à visão.

Exames

Clique nos tipos de exame para saber mais

Através do exame de Avaliação do Filme Lacrimal é possível avaliar a quantidade de lágrima que o paciente produz, também as células mortas ou em degeneração da superfície ocular. É realizado através da inserção de uma fita de papel na pálpebra inferior, observando a umidade do papel. Serão também aplicados corantes vitais sobre a superfície ocular que podem causar irritação posterior ao exame.

Utilizado para fazer medições do globo ocular como profundidade, seguimento, espessura e comprimento do cristalino ou do olho total. Trata-se de um exame pré- cirúrgico que também fornece o grau da lente intraocular a ser implantada. Mas, também é realizado em pacientes com glaucoma congênito e em crianças para acompanhar o crescimento do olho. O exame dura em média, 10 minutos.

O exame é utilizado para fazer medidas do globo ocular, como a profundidade e segmento anterior do olho, espessura do cristalino, comprimento do cristalino ou do comprimento total do olho. Este exame irá fornecer o cálculo do grau da lente intraocular que será implantada na cirurgia de catarata. O exame dura em média 10 minutos; não é preciso dilatar a pupila e o laudo é entregue na hora.

É um exame minucioso que avalia os defeitos do campo visual e escotomas (áreas sem visão dentro do campo de visão que podem ser resultado de um dano na retina ou nas vias ópticas) causados por algumas patologias. Indicado para detectar Glaucoma (diagnóstico precoce e acompanhamento), Endocrinopatias, Maculopatias e Neuropatias.

Também conhecido como Tomografia Computadorizada de Córnea, o exame é indicado para análise qualitativa e quantitativa do astigmatismo corneano. Com a TC de Córnea ou Ceratoscopia Computadorizada a captura de imagem é convertida em um mapa topográfico colorido, permitindo a análise quantitativa e qualitativa da curvatura corneana. As análises são precisas e classificatórias do astigmatismo quanto a sua regularidade e simetria.

Check up básico de Glaucoma inclui testes de rotina, como a tonometria e a oftalmoscopia e testes específicos, realizados quando existe a suspeita de Glaucoma, como a gonioscopia, a perimetria, a análise da camada de fibras nervosas GDX e a tomografia de nervo óptico.

Visa avaliar a flutuação da pressão ocular durante o dia. É indicado para o diagnóstico de glaucoma e também para o estudo de tumores de íris, trauma ocular ou em suspeitas de outras anormalidades.

Avaliação da função dos músculos que movimentam o olho. Solicita-se ao paciente para olhar em várias direções e fazer alguns movimentos com a cabeça enquanto o examinador avalia como os movimentos dos olhos são feitos, para ser verificado o desvio dos olhos para perto e para longe.

A Fundoscopia consiste em examinar as artérias, veias e nervos da retina através dos meios transparentes do olho que se interpõem entre o médico e a retina. É a melhor forma de analisar o estado de nossos vasos sanguíneos sem utilizar um método invasivo. Utiliza-se um aparelho chamado oftalmoscópio, o qual projeta um feixe de luz no interior do olho e – mediante a reflexão dessa luz na retina – permite observar suas estruturas.

Exame importante para a classificação do glaucoma, para realizá-lo é feito o adormecimento do olho do paciente com gotas de colírio anestésico e se coloca um tipo especial de lente de contacto com espelhos sobre o olho. Os espelhos permitem que o médico veja e analise o interior dos olhos em diferentes sentidos.

Também conhecido como análise clínica da retina, visa estudar os vasos sanguíneos, vítreo e o nervo óptico. O exame é composto de duas etapas: a oftalmoscopia binocular indireta (OBI) e a biomicroscopia de fundo.  Fundamental para o diagnóstico e acompanhamento dos problemas retinianos. É indicado para o acompanhamento de pessoas diabéticas, hipertensas, glaucomatosas e míopes.

O exame requer a dilatação da pupila, o que limita a visão durante aproximadamente 6 horas.

É um exame através do qual se analisa as células do endotélio corneano, bem como suas características de forma e tamanho. É um exame indolor e de rápida execução, realizado sempre que há suspeita de alteração do Endotélio Corneano e também no pré-operatório de cirurgia de catarata e para usuários de lentes de contato.

O exame de Paquimetria mede a espessura da córnea. Importante aliado na avaliação de cirurgia refrativa e para diagnóstico de ceratocone e outras várias doenças que alteram a espessura corneana, como glaucoma ou edema da córnea.  O equipamento mede em um instante 25 vezes a espessura da córnea, calculando a média e o desvio-padrão destas medidas através de uma sonda de ultrassom. Este exame é indolor, de não contato e não invasivo.

Retinografia digital é a fotodocumentação do fundo do olho, como retina, nervo óptico, coróide e vasos sanguíneos, com a finalidade de auxiliar no diagnóstico e acompanhar algumas das patologias oculares. É tirada uma foto do fundo de olho utilizando um retinógrafo. O exame é muito útil para doenças da retina, como a Retinopatia Diabética, Obstrução de vasos, Degeneração Macular, entre outros.

O teste de motilidade ocular tem a finalidade de avaliar a mobilidade da musculatura ocular e se existem limitações na mesma, auxiliar no diagnóstico de casos de estrabismo, diplopia (visão dupla) e cefaléia.

O exame de sensibilidade ao contraste é indolor, avalia a qualidade da visão do paciente e difere da análise quantitativa, feita regularmente durante uma consulta oftalmológica. O Teste de Sensibilidade ao Contraste tem a função de analisar a qualidade da visão em diferentes níveis de iluminação ou de contraste, através de projeções de imagens. É indicado para pacientes com suspeita de doenças oculares, como doenças da córnea, catarata e doenças degenerativas da retina.

É indicado para diagnóstico e acompanhamento de alguns casos de Glaucoma. É a medição da pressão intraocular após a ingestão de um litro de água. Tem a finalidade de verificar como um determinado olho se recupera de uma elevação transitória da pressão intraocular.

É utilizado para diagnosticar o daltonismo e consiste na exibição de uma série de cartões coloridos. Cada cartão contém vários círculos feitos de cores ligeiramente diferentes das cores dos círculos situados nas proximidades. Seguindo o mesmo padrão, alguns círculos estão agrupados no meio do cartão, de forma a exibir um número que somente será visível pelas pessoas que possuírem visão normal. O número de acertos pode variar, conforme o grau e o tipo de daltonismo.

Teste realizado no diagnóstico e no seguimento do glaucoma, onde o paciente faz ingestão de uma grande quantidade de água e após isso são realizadas medidas na pressão intraocular. Esse teste tem como objetivo simular as variações naturais da pressão intraocular que ocorrem durante o dia, decorrentes do ciclo circadiano e que muitas vezes não são detectadas nas medidas habituais realizadas em consultório.

Exame de pressão intraocular (PIO), indicado para todos os pacientes, mas principalmente em pacientes com glaucoma ou suspeita desta doença. Pode ser feito com auxílio de aparelhos com sistema de aplanação ou de sopro. No primeiro caso o tonômetro é aproximado até encostar no olho (anestesiado com colírio) e a tensão do aparelho é regulada para efetuar as medições. No segundo método, sem contato, a medição é realizada com ajuda de um sopro de ar.

É um exame que determina a curvatura corneana. Além de analisar o relevo corneano, mapeia a superfície da córnea e suas irregularidades desde o centro até a periferia. Esse procedimento é indicado após casos de cirurgia de catarata.

Cirurgias

Calázio
Capsulotomia YAG ou Cirúrgica – Catarata
Cirurgia Refrativa a Laser – Correção de Grau
Cirurgias Fistulizantes Antiglaucomatosas – Glaucoma
Delaminação Corneana com Fotoablação Estromal – Correção de Grau
Dermatocalaze ou Blefarocalaze – Pálpebra
Facectomia com Lente Intra-Ocular com Facoemulsificação – Catarata
Fotoablação de Superfície Convencional (PRK) – Córnea
Implante de Anel Intra-estromal – Ceratocone
Iridotomia
Plástica Ocular
Pterigio – Exerese
Ressecção de Tumores Palpebrais
Tumor de Conjuntiva – Exérese

Lentes de Contato

Além de proporcionar um campo de visão maior, as lentes de contato também proporcionam maior liberdade de movimentos e conforto, permitindo que você aproveite ao máximo o dia. Além disso, você pode:

Ver com clareza: eles não refletem nem distorcem a imagem; não importa como esteja, eles não se molham e oferecem uma visão mais clara; quando você entra em um espaço quente, eles não ficam borrados.

Ficar à vontade: a lente é mais leve; não escorrega ao usá-la; e o campo de visão é maior.

Melhorar a autoestima: A aparência fica mais natural, você pode usar óculos escuros sem óculos corretivos e eles não vão atrapalhar a aparência da maquiagem.

Com a ajuda do seu oftalmologista, escolha a lente de contato mais adequada para você.

Agendar Consulta
Nós usamos cookies para garantir a melhor experiência para você no nosso site.
× Fale Conosco